A AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA NOMEIA AS RENOVÁVEIS COMO ESSENCIAIS PARA OBEDECER AOS OBJETIVOS DO CLIMA
A Agência Internacional de Energia (AIE) aponta para as energias renováveis ​​como um instrumento essencial para atingir as metas climáticas globais. Na sua análise, “Word Energy Outlook 2018”, a agência conclui que deve haver uma preferência no sistema de investimento em tecnologias de energia sustentável. O documento que levanta diversos possíveis futuros para o sistema energético, diz que os países devem ser muito mais “inteligentes” na forma como a energia é usada. “Para ter sucesso, precisamos de um esforço político e econômico global sem precedentes”, diz Fatih Birol, diretor executivo da IEA.

No trabalho, a agência deixa nas mãos dos políticos o cumprimento desses objetivos porque eles terão uma influência crítica na direção do futuro sistema energético. “Mais de 70% dos investimentos globais em energia serão conduzidos pelo governo: o destino energético mundial está nas decisões e políticas tomadas pelos governos”, acrescenta Birol. Em termos de visão econômica, a demanda por energia crescerá em mais de 25% até 2040, o que exigirá um investimento de mais de 2 bilhões por ano em novas fontes de energia.

Em relação às renováveis, a organização internacional valoriza que essas energias se tornaram a tecnologia preferida, uma vez que a sua expansão trará grandes benefícios ambientais. Em números, a AIE sugere que em 2040 as energias renováveis, representem 40% do sistema elétrico em comparação com os atuais 25%.  “Os países precisarão de reformas de mercado, investimentos na rede, bem como melhorias nas tecnologias de resposta à demanda, como contadores inteligentes e tecnologias de armazenamento”, conclui.